Kaiser Permanente Southern California E-SCOPE: método eficaz para implementação de práticas baseadas em evidência? – Notas de evidentia #322019

Por Clara Jasmins

PERGUNTA CLÍNICA

Será um método sistemático como o Kaiser Permanente Southern California E-SCOPE (Evidence Scanning for Clinical, Operational, and Practice Efficiencies) eficaz para acelerar o processo de implementação de práticas baseadas em evidência em ambiente de atendimento clínico?

A RETER

O programa Kaiser Permanente Southern California E-SCOPE surgiu de uma necessidade de abreviar o tempo entre a atualização da evidência científica e a melhoria da prática clínica. Através de 8 passos, resumidos essencialmente em 4 fases (Pesquisa de evidência e seleção de estudos, decisão acerca das medidas a implementar, suporte da implementação e monitorização do progresso) as medidas são implementadas, garantido uma equipa dedicada em exclusivo à monitorização do processo, contando também com o apoio dos clínicos que tornam possível a aplicação das mesmas no terreno. Após integração das medidas na rotina clínica diária, termina a necessidade de monitorização.

Na prática e adaptado à realidade portuguesa, fazem falta elementos dedicados em exclusivo à aplicação destes projetos, condição essencial segundo o método para a eficaz implementação de novas medidas na prática clínica.

QUAL A RELEVÂNCIA DESSA PERGUNTA?

Prevê-se que mais de 50 000 ensaios clínicos aleatorizados e 8 000 revisões sistemáticas sejam publicados anualmente nos próximos anos. Este enorme volume de publicações torna-se um grande desafio para os sistemas de prestação de cuidados de saúde, tendo em conta a necessidade de revisão da melhor evidência atual, priorização e implementação da melhor prática clínica.

QUEM FINANCIOU?

Orçamento de operações internas do Southern California Permanente Medical Group Department of Clinical Analysis.

CONSIDERAÇÕES METODOLÓGICAS

Na metodologia são descritos os 8 passos da estratégia E-SCOPE:
1 – Desenvolvimento de algoritmo de pesquisa baseada na evidência, dando prioridade a revisões sistemáticas de elevada qualidade e ensaios clínicos aleatorizados
2 – Selecção inicial dos abstracts relevantes
3 – Avaliação da qualidade/relevância da informação por líderes da equipa/clínicos experientes
4 – Revisão final e selecção dos estudos
5 – Envolvimento da equipa responsável pela qualidade clínica
6 – Formação de equipa multidisciplinar para implementação da intervenção
7 – Apoio da implementação das práticas seleccionadas
8 – Monitorização do progresso

A implementação desta estratégia E-SCOPE é desenvolvida diretamente entre os gestores do projeto e os clínicos no terreno, com vista a chegar a um plano para cada projeto.

A monitorização desta estratégia é baseada no grau de implementação da prática instituída e não em outcomes clínicos decorrentes da mesma. A monitorização termina normalmente quando é atingida a estabilidade da medida e fica instituída na rotina habitual dos clínicos.

QUAIS SÃO OS RESULTADOS?

Até à data, o E-SCOPE acelerou a implementação de 30 medidas práticas baseadas na evidência. Estas medidas referem-se a suspensão de medidas não baseadas na evidência, aumento de medidas subutilizadas ou desenvolvimento de novas medidas.

Exemplos de medidas instituídas:

Nova medida – Controlo de peso para reduzir a gravidade da psoríase: Consistiu no treino de Dermatologistas na condução de entrevista motivacional, para educar e motivar os doentes obesos a iniciar um plano de perda de peso e disponibilização de material educativo neste sentido. Esta medida levou a uma redução média de peso de 3.72% e no custo em 215$ por indivíduo

Aumento de medidas subutilizadas – Probióticos para prevenção de enterocolite necrotizante em recém-nascidos pré-termo: A administração foi adicionada à prescrição inicial de admissão na unidade de cuidados intensivos neonatais. A administração de probióticos neste contexto sofreu um aumento de 2.4 para 36.8%.

Suspensão de medidas não baseadas na evidência – Eliminação do movimento contínuo passivo na artroplastia total da anca: Após apresentação da melhor evidência aos clínicos mais graduados, foi auditada a prática clínica, relativamente à suspensão deste procedimento. Os resultados desta auditoria eram depois revelados aos clínicos enquanto ferramenta educativa. Verificou-se uma redução da prescrição do movimento contínuo passivo, nestes doentes, de 12 para 2,5%.

Intervenções operacionais – Desativação de esterilizadoras em vez de suspensão das mesmas: Após aplicação de questionário para averiguar qual a melhor estratégia, optou-se por desligar as esterilizadoras principalmente durante fins de semana e algumas horas do período noturno, obtendo uma poupança anual entre os 250 000 e os 300 000$ em água e custos energéticos, além de outros benefícios ambientais.

Para acelerar a implementação é importante o apoio de executivos séniores na área de qualidade, cuja opinião seja respeitada e que valorize o foco na Medicina Baseada Evidência. É também importante haver gestores de projeto alocados a esta função em regime de horário completo para poder garantir que as medidas são implementadas e executadas com o design adequado. Finalmente o desafio aos clínicos locais e líderes que podem facilitar e divulgar a implementação das medidas.

Este estudo dá a conhecer um método de implementação de novas medidas baseadas em evidência, mas não avalia uma implementação de melhoria de qualidade, uma vez que não sabemos como decorre a implementação dos projetos descritos nos resultados. Por exemplo, não é explicado porque é que eventualmente algumas medidas baseadas na evidência são aceites e outras não.

COMO POSSO APLICAR OS RESULTADOS AOS MEUS DOENTES?

O E-Scope é uma ferramenta que pode ser utilizada para implementar uma medida de melhoria de qualidade. No entanto, é importante haver profissionais alocados em exclusivo à monitorização da implementação das medidas, de forma a que não ocorram falhas no design e execução da implementação. Os autores advogam que uma vez integrada a medida na rotina da prática clínica diária, termina a monitorização da mesma. No entanto, os sistemas são muito dinâmicos, não apenas ao nível dos intervenientes, mas também do próprio conhecimento (não esquecer que a própria evidência pode alterar ao longo do tempo para uma medida já integrada).

No nosso contexto, faltam profissionais que se possam dedicar em exclusividade à gestão deste tipo de projectos, de forma a poder garantir o seu sucesso.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Henry, Shayna L., et al. «E-SCOPE: A Strategic Approach to Identify and Accelerate Implementation of Evidence-Based Best Practices». Medical Care, vol. 57, Outubro de 2019, pp. S239–45. DOI.org (Crossref), doi:10.1097/MLR.0000000000001191

https://t.co/dW6gMP7lvi

One thought on “Kaiser Permanente Southern California E-SCOPE: método eficaz para implementação de práticas baseadas em evidência? – Notas de evidentia #322019

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: