Episódio #24 – Choosing Wisely Portugal parte 2

Segundo episódio dedicado ao projecto Choosing Wisely Portugal. Discutimos recomendações gerais como exames de rotina ou a utilização de marcadores oncológico no rastreio de doenças entre outras. De novo contamos com a preciosa colaboração da Catarina Viegas Dias. A não perder!

link para a página do Choosing Wisely Portugal

pdf com todas as recomendações

Anúncios

Evidentia da semana #292019

Destaque

Podcast – episódio #23 – O Programa Choosing Wisely Portugal

Hoje temos uma série de guidelines e revisões sistemáticas muito interessantes. No final, na secção “Outros”, investigação que origina uma reflexão importante sobre os pagamentos da indústria farmacêutica e quais os ganhos que obtêm com isso.

Recomendações elaboradas sistematicamente

Ácido acetilsalicilico na prevenção primária de eventos cardiovasculares. Tools for practce – Recomendação elaborada sistematicamente https://t.co/pZQS43O6Oz #recomendações

Síndrome Intestino Irritável: guideline canadiana 29 recomendações: diagnóstico, dieta, psicologia, farmacologia #GRADEguideline https://t.co/GsWWyEyJfW #recomendações

Guidelines para a qualidade dos cuidados paliativos 
https://t.co/ssxP2ZPeAt #recomendações
Comentário no JAMA https://t.co/Jf8hRaWA7g #opinião

AVC isquémico: revisão das guidelines AHA/ASA
https://t.co/6DodpVoS7q #recomendações

Revisões Sistemáticas

Antibióticos interferem com anticonceptivos orais? >> NÃO* https://t.co/FVPwbC70Lm #revisãosistemática
*excepto Rifampicina q tem indicações particulares
**estudo não é desta semana mas vale a pena recordar

Prevalência, severidade e natureza da iatrogenia. Revisão sistemática e meta-análise 1 em cada 20 doentes é exposto. Medicamentos, manejo terapêutico e procedimentos clínicos invasivos principais causas. https://t.co/BMf62IIcfc #revisãosistemática

Cancro da próstata: folhetos de apoio à decisão pouco alteram a decisão ou o conhecimento em relação aos riscos-benefícios
https://t.co/ftHGW50RZx #revisãosistemática

Estilo de vida e psoríase: dieta e exercício físico parecem ajudar a controlar https://t.co/0XyEOgcLGo #revisãosistemática

Estudos primários

Gerir asma severa em cuidados primários? E porque não? Estudo testa conhecimento, confiança e atitudes de médicos de família e revela que programas educacionais podem melhorar os cuidados. https://t.co/YWlnAI7RxY #observacional

Demência: Atividades educativas e cognitivamente estimulantes ao longo da vida podem ser uma boa estratégia preventiva, mesmo para pessoas com patologias cerebrais sérias. https://t.co/YnAcTzwLPP #observacional

Demência: estilo de vida saudável (não fumar; atividade física regular; dieta saudável; Ingestão de álcool reduzida) associado a menor risco de demência, independentemente do risco genético. https://t.co/0KUFx1PzJJ #observacional

Obesidade infantil: problema SÉRIO de saúde pública. A posição de Portugal no gráfico não é bonita. 35% com excesso de peso https://t.co/QNwEFeFJ4U #populacional #observacional

Hipertensão: estudo defende que tanto TAS como TAD se comportam como factores de risco independentes para eventos cardiovasculares. https://t.co/UpqaBOQYiC #observacional

A simulação como estratégia de melhoria da qualidade em saúde. O exemplo do tempo porta-agulha no AVC isquémico. 
https://t.co/I35ifh7jNX #melhoriadaqualidade

Dieta cetogénica e diabetes. A evidência diz que não há benefício específico desta diete na diabetes e existem riscos reais. Portanto nada de deixar tratamentos acreditando que a dieta vai controlar tudo. https://t.co/BAQflkEjeP #revisãonarrativa

Outros

Pagamentos da Indústria Farmacêutica correlacionam-se com maior prescrição médica dos seus produtos? Ora…o que é que acham? Editorial a propósito de dois estudos https://t.co/XZB2mWw4MN #opinião

Insuficiência Cardíaca: a reabiliatação cardíaca salva vidas. Mas poucos aderem ou têm oportunidade de a fazer.
https://t.co/dE5aUFZ7Ra #opinião

Evidentia da semana #282019

Destaque

Podcast – episódio #23 – O Programa Choosing Wisely Portugal

Artigos muito interessantes esta semana. Desde smartphones a suplementos alimentares, diabetes, polifarmácia em idosos e mega estudo observacional que associa bebidas açucaradas a cancro… Ainda uma secção “Outros” com a lista de medicamentos essencias da OMS, a demonstração que fazer guidelines GRADE com poucos recursos é possível (alô DGS…) e duas revisões de tema úteis.

Revisões sistemáticas

Suplementos alimentares e mortalidade cardiovascular: só se aproveita que redução de sal em hipertensos parece fazer sentido e vit.D+calcio aumenta AVC. O resto é só prova de baixa qualidade. Comam fruta e legumes. 
https://t.co/CXPN8Qf67u #revisãosistematica

Vacina HPV: actualização de revisão sistemática defende eficácia da vacina com proteção de grupo incluída. Redução de lesões pré-cancerígenas e verrugas. Zero referências a segurança. Para analisar com calma. 
https://t.co/rnryNz0VxS #revisãosistematica

HIV: terapia anti-retroviral quádrupla não foi melhor do que a terapia anti-retroviral tripla em pessoas nunca antes tratadas para HIV 
https://t.co/B3of0uDsTh #revisãosistemática

Estudos Primários

Jogo de smartphone consegue aumentar a acitividade física em diabéticos às 24 semanas num ensaio clínico. 
https://t.co/DtJzbfi5jm #experimental

Stress crónico altera a forma como valorizamos a comida. Stressados valorizam menos. Estudo português feito por @pedromorgado and cols. tem resultados curiosos e contrários à hipotese inicial dos autores. 
https://t.co/NKbgE2pTTD #experimental

Dulaglutida na diabetes – GLP-1 atinge melhores resultados cardiovasculares que controlo (rés vés), mas sem diferença na mortalidade e com mais efeitos adversos 
https://t.co/07jgQOoYlr #experimental

A internet e as redes sociais como fonte de informação para mães recentes. Estudo qualitativo. Muito interessante 
https://t.co/gy1AwfZ2k0 #qualitativo

Médico de família é uma importante fonte de informação em saúde, particularmente para pessoas mais velhas. 
https://t.co/IIQDdkLmpg #observacional

Estudo observacional lança hipótese de associação entre bebidas açucaradas e maior incidência de cancro
https://t.co/ccqAzCcyz3 #observacional

Polifarmácia I– associada a maior incidência de alterações da marcha e de quedas. 
https://t.co/EMJt5m5vfd #observacional

Polifarmácia II – atitudes dos mais velhos em relação à desprescrição. Muitos querem menos medicamentos 
https://t.co/8vg8RCdqXE #observacional

Antibióticos: 2/3 dos doentes internados por pneumonia recebem antibióticos durante tempo excessivo, com mais eventos adversos reportados nessas pessoas. 
https://t.co/kSUkKsJHzY #observacional

Outros

Lista de medicamentos essenciais da OMS 
https://t.co/6NTzodHt5A #educação

Fazer guidelines num contexto de escassos recursos. É possível.
https://t.co/eareQDT8Ma #metodologia

Hipotiroidismo subclínico – revisão narrativa 
https://t.co/wmycZUHTkL #revisãoclassica #educação

Diabetes e insuficiência cardíaca – revisão de tema (espanhol) 
https://t.co/jFLroVsgsZ #educação

História clínica completa com revisão por sistemas como norma?
Talvez não 
https://t.co/hSIHqHydOW #opiniao

Intervenção telefónica para prevenção de quedas em idosos – Notas de Evidentia #142019

Por Inês Laplanche Coelho

Pergunta clínica:

Será que em idosos que se apresentaram no serviço de urgência após uma queda um programa telefónico personalizado (RESPOND) reduz as quedas e as lesões resultantes?

A reter:

A implementação do programa RESPOND reduziu significativamente a taxa de fraturas mas não houve diferenças significativas com o grupo controlo relativamente às lesões resultantes de quedas, ao número de admissões em serviço de urgência, ao número de internamentos, ao risco de queda ou à qualidade de vida.

Porque é que é importante?

As quedas são um dos motivos mais frequentes de admissão de idosos no serviço de urgência. Existem programas de prevenção das quedas implementados na comunidade com bons resultados mas a sua eficácia nos idosos que se apresentam no serviço de urgência é muito menor. Este estudo pretende desenvolver um programa de prevenção das quedas dirigido aos idosos que se apresentaram no serviço de urgência por causa de uma queda.

O que fizeram:

Este estudo consiste num ensaio clínico randomizado para investigar se um programa telefónico de 6 meses centrado na pessoa – o RESPOND – reduzia as quedas e as lesões resultantes de quedas lesões em idosos que se apresentavam no serviço de urgência após uma queda comparativamente ao tratamento padrão.

Financiamento: 

O Conselho Nacional de Saúde e Investigação Médica Australiano

O que concluem/recomendam:

Implementar um programa telefónico de prevenção de quedas centrado na pessoa reduz o número de quedas mas não diminui as lesões resultantes em idosos que se apresentam no serviço de urgência após uma queda. De entre os resultados secundários estudados, apenas houve uma redução do número de fraturas.

Qual a nossa análise:

O número de quedas por pessoa-ano foi de 1,15 no grupo RESPOND e 1,83 no controlo (risco relativo (RR) 0,65 [IC 95% 0,43–0,99]; p = 0,042). Não houve diferenças significativas nas lesões resultantes da queda (RR 0,81 [0,51–1,29]; p = 0,374). A taxa de fraturas foi significativamente menor no grupo RESPOND em comparação com o grupo controlo (0,05 versus 0,12; RR 0,37 [IC 95% 0,15–0,91]; P = 0,03), mas não existiram diferenças significativas relativamente aos restantes outcomes secundários nomeadamente o número de admissões no serviço de urgências, número de internamentos, risco de quedas ou a qualidade de vida.

Referência bibliográfica

Barker, Anna, et al. «Evaluation of RESPOND, a Patient-Centred Program to Prevent Falls in Older People Presenting to the Emergency Department with a Fall: A Randomised Controlled Trial». PLOS Medicine, vol. 16, n. 5, mai de 2019, p. e1002807. PLoS Journals, doi:10.1371/journal.pmed.1002807.

Evidentia da semana #272019

Destaque

Podcast – episódio #23 – o programa Choosing Wisely Portugal

Recomendações elaboradas sistemáticamente

Gota: diagnóstico. Recomendações da Liga Europeia contra o Reumatismo. https://t.co/ZdYJMAQDwV #recomendações

Revisões sistemáticas

Anemia pós parto: ferro iv mais eficaz e possivelmente mais seguro que oral https://t.co/RF66w1ySsp #revisãosistemática

Estudos primários

Tanezumab para osteoartrose joelho. Reportam melhoria na dor, funcionalidade e avaliação global do doente. Vs placebo… Preocupam ainda os eventos adversos e a segurança. 
https://t.co/BJQljWgHfZ #experimental

Diabetes: iGLP-1 oral não inferior a injectável e placebo no controlo de HbA1c…. #queremosOutcomesCentradosnoDoente 
https://t.co/qQnokj3yRx #experimental

Ecografia em cuidados primários. O caso dinamarquês e como os médicos de família usam este recurso. 
https://t.co/gIpfkjn50H #qualitativo

Rastreio cancro da mama: mamas densas não significa automaticamente fazer estudos adicionais. Identificar subgrupos com base na avaliação de risco a 5 anos parece ser uma estratégia mais eficiente. Ainda assim discutível… 
https://t.co/eWdLzoOEUv #observacional

Hipertiroidismo: estudo sugere uma associação positiva modesta entre iodo radioativo e risco de morte por cancro. Esclarecimentos adicionais necessários. 
https://t.co/SWUllx3qWz #observacional

Crianças que fazem mais actividade física têm melhores indicadores de saúde cardiovascular. 
https://t.co/89QGYq3fC0 #observacional

Crianças com doenças crónicas têm risco consideravelmente maior de desenvolver doenças mentais (Hazard ratio 51% maior) 
https://t.co/l9VLu4AwlH #observacional

Informação de saúde: diferenças entre público geral e profissionais de saúde na procura, leitura e compreensão. Sugerem critérios de qualidade para artigos jornalísticos. 
https://t.co/FfgcQiiMfV #observacional

Em diabéticos, dieta com gordura poli-insaturada associada a menor mortalidade CV que dieta rica em hidratos ou gordura monossaturada. 
https://t.co/X6r3PmVWLo #observacional

Obesidade: genética contribui mas o contexto tem “mais peso” 
https://t.co/42ih2ViBjp #observacional

Machine Learning usa dados clínicos das pessoas para ajudar na escolha de antibióticos. 
https://t.co/55sMzCSVIR #machinelearning #observacional

Cancro da próstata: validação da associação entre a frequência nuclear do NF-κB p65 e cancro da próstata mais agressivo. https://t.co/51P3KH2jQs #prognóstico

Multimorbilidade: factores relacionados com a avaliação da carga de tratamento em doentes com multimorbilidade.
Carga de tratamento = repercussão que as recomendações médicas têm na vida das pessoas. Ensinado na NMS há uns quantos anos ☑️ 
https://t.co/JRrdclqWl5 #qualitativo

Multimorbilidade e saúde mental juntas levam a elevada frequência de idas ao serviço de urgência. Coorte canadiana 
https://t.co/ehDE8qwUD7 #observacional

Multimorbilidade (MM): à alta hospitalar jovens (45-60) com MM têm maior risco de serem de novo hospitalizados que os idosos com MM.
Necessário investigar o cada vez mais frequente fenómeno da MM em jovens https://t.co/b5HcVxM0d5 #observacional

Multimorbilidade: estudo associa “adversidades na infância” com maior risco de padecer multimorbilidade. Relembra-me da importância de ter um médico que perceba todo o ciclo da vida. 
https://t.co/mxRxYFgVry #observacional

Os perigos de ignorar os critérios de Beers – prescrição prescrição prescrição… 
https://t.co/avsqbe1mKo #opinião

Tempo: recurso essencial para decisões verdadeiramente informadas e partilhadas 
https://t.co/Pxeu96dcKN #opinião

Pediatra escreve sobre a experiência de ser diagnosticada de cancro estando grávida do segundo filho e as lições que a formação médica lhe deu. 
https://t.co/rTnSb1d7HC #medicinanarrativa

Perturbações do sono. Revisão de tema (em espanhol) 
https://t.co/3hqRDGBwNE #revisãoclássica

Outros

Parkinson: estão a desenhar ensaios clínicos com células estaminais para substituir células dopaminérgicas. Só para que saibam. 
https://t.co/FCJv6IDcJ5 #openlabel

Alerta nerd: Meta-análises: assumpção de efeitos aleatórios. Utilização e problemas https://t.co/Fa1z08rYvI 
Comentário: https://t.co/gtOPlHl2lv 
#métodos

Terminou a 4ª edição do Curso de Avaliação de Literatura Médica – CALM.
5ª edição já tem data: 29/06 a 03/07 de 2020 em Lisboa.

CALM - 4ª edição - Nova Medical School Lisboa

Evidentia da semana #262019

Sumários de apoio à decisão clínica

Academia Americana de Pediatria recomenda intervenções breves e educacionais para reduzir o consumo de álcool nos adolescentes. 
https://t.co/Ovb6yrd8jw #recomendações

Tabagismo: USPSTF recomenda que os médicos da atenção primária forneçam intervenções, incluindo educação ou aconselhamento breve, para prevenir o início do uso do tabaco entre crianças e adolescentes em idade escolar. 
https://t.co/WGXV6Da4Hk #recomendacões

Revisões sistemáticas

Incidentalomas adrenais: a maior parte não progressa aos 4 anos. 
https://t.co/YYspoXuuTF #revisãosistemática

Estudos primários

O poder da saúde pública e do acesso a água potável. Diminuição de infecções por Ascaris quando há acesso a água de qualidade, sistemas de esgotos e lavagem de mãos. https://t.co/U6V74aGMO3 #experimental

Antiagregação após intervenções coronárias percutâneas: [3 meses de dupla antiagregação + 9meses de inib p2y12] não inferior a [12 meses de dupla antiagregação (AAS)] 
https://t.co/JwqiyYXFEO #experimental

Realidade virtual útil e segura na realização de procedimentos com agulhas em crianças. O poder da distracção da mente. 
https://t.co/MxOGlji0F4 #experimental

Wearables com IA aumentaram socialização em crianças com autismo. Usaram app no tlm que ensina reconhecimento e relevância de emoções. https://t.co/tSUEDqGgjj #experimental

Revisão clínica do uso de terapias hormonais de substituição na menopausa. Do que retive da evidência prévia: casos extremamente sintomáticos em mulheres de baixo risco por curto tempo. 
https://t.co/9qqTYOUI1K #revisaonarrativa

“Impressão clínica” é um bom teste de diagnóstico para pneumonia, rinossinusite aguda viral e bacteriana e faringite steptocócica. Pelo menos tão bom como algoritmos de decisão clínica (provavelmente melhor) 
https://t.co/zRTwnp6lx1 #diagnóstico

Efeito de intervenções baseadas em podómetros em resultados de saúde a longo prazo: seguimento prospectivo de 4 anos de ensaios clínicos. Menos quedas e menos eventos CV 
https://t.co/YAqwG8UZyR #observacional

Impressionante o número de médicos que demonstram exaustão moderada ou severa: 94.7%; Isto tem consequências para os doentes: muitos reportam “quase erros” nos últimos 3 meses. 
https://t.co/5gxdUe5ryj #observacional

Multimorbilidade e Decisão partilhada: definição de objectivos exige tempo e energia de ambas as partes. Funciona melhor quando médico e doente se preparam com antecedência. 
https://t.co/vOaf7b1gv4 #qualitativo

Outros

Antibióticos: OMS emite recomendações para uso racional na indústria alimentar (animais) 
https://t.co/MhvYkMrRz0 #recomendações

Preparados? Ai vai: Guia clínico de dispositivos sexuais. Essencial. https://t.co/6x9bKalD1u #educaçãomédica

Evidentia da semana #252019

Destaque

Prevenção de fracturas osteoporóticas. Leia a nossa síntese da evidência aqui – por Paulo Costa

Sumários de apoio à decisão clínica

Estradiol vaginal para sintomas da menopausa. Tools for practice 
https://t.co/5wSZJ5FORT #sinopseEBM

Vacinas e autismo: já aqui tinhamos dito a bom som: não há associação. 
https://t.co/xVCFLEfqrD #sinopseEBM

Revisões Sistemáticas

Vitamina D NÃO protege contra doença cardiovascular e NÃO deve ser prescrita com este intuito 
https://t.co/i7Ucg2mbq3 #revisãosistemática #metaanálise

Antidepressivos: a dose mais baixa licenciada atinge o equilíbrio ideal entre eficácia, tolerabilidade e aceitabilidade no tratamento agudo da depressão major.
https://t.co/BN08R0YLlM #revisãosistemática

Intervenções cirúrgicas para mulheres com incontinência urinária de stress. Revisão sistemática e meta-análise em rede 
https://t.co/Jjx2idnEaj #revisãosistemática

Depressão: associação de anti-depressivo com benzodiazepinas. Revisão sistemática. Como esperado é eficaz no imediato mas não é superior no tratamento continuado. Associação tem mais eventos secundários. 
https://t.co/YiXfDSjsFr #revisãosistemática

Saúde Digital: custo-efectividade na gestão de doenças cardiovasculares crónicas. A invasão do digital vem para ficar. É bom que se avaliem. Mas não basta a custo-efectividade, tem de ser aceitável a mais níveis 
https://t.co/DMCcQl0UFU #revisãosistemática

Intervenções psicossociais para cuidadores informais de pessoas com cancro. Esta área necessita urgentemente de evidência de qualidade
https://t.co/s0GLwQyaIy #revisãosistemática

Estudos primários

Ticagrelor não superior a clopidogrel em doentes com EAM com supra ST submetido a fibrinólise. 
https://t.co/wLS7UUKFOZ #experimental

Doença de Graves Juvenil: metimazol a longo prazo (96 a 120 meses) provoca menos recidivas que a curto prazo (22 meses). Reportam benefícios em manter estes jovens mais tempo sob tratamento. 
https://t.co/pPynMq5ZYn #experimental

Insuficiência cardíaca com FE reduzida: tensões sistólicas baixas (<130mmHg) associadas a maior mortalidade. O problema é mesmo que as guidelines recomendam TAS<130 mmHg nestes doentes.
https://t.co/SNBadPgkUF #observacional

Tabagismo: dados multinacionais desde 1970 agora disponíveis para investigadores. A tendência tem sido de decréscimo mas com imensa variabilidade. 
https://t.co/6LxcUIVVbt #populacionais

Vitamina D e Cálcio NÃO devem ser oferecidos a grávidas. Não têm qualquer influência no peso do bebé (como alguns teorizavam) e o efeito do Ca pode ter questões de segurança 
https://t.co/xu7lgTmxQ0 #observacional

Estamos a ganhar a guerra contra o tabaco? Parece que nem por isso. Convém não baixar a sensibilidade e continuar a luta contra um dos maiores factores de risco para a saúde húmana. 
https://t.co/GOWhcWBJYh #populacional

Tabagismo – querem dados preocupantes: incidência a aumentar em jovens de 16 a 19 anos no Canadá, também no UK e estável nos USA. Vaping: incidência a aumentar 
https://t.co/ljgadGqdmS #observacional

1/3 dos sobreviventes de cancro ficam com dor crónica 
https://t.co/5WceNdvVX0 #observacional

Reabilitação de doenças crónicas: revisão da evidência do que funciona e não funciona para reab cardica e pulmonar. Estaremos a apostar nisto?
https://t.co/H8OgB95ZPw #revisãodetema

Terapêutica antitrombótica adjuvante no enfarte do miocárdio com supra-desnivelamento do segmento ST: revisão narrativa 
https://t.co/osylwNxHy1 #revisãonarrativa

Outros

Guidelines GRADE; avaliar a certeza da evidência na importância dos resultados ou valores e preferências – inconsistência, imprecisão e outros domínios Vamos lá @DGSaude já é hora de evoluir para esta metodologia 
https://t.co/5082UwTlqK #metodologia

Guidelines para as principais doenças crónicas: serão baseadas em evidência? Nem por isso. Já se sabia. Não confundir Guidelines con Godlines. 
https://t.co/ds8AlQhZOs #opinião

Olhar mas não ver: uma só Saúde para potenciar recursos Importante reflexão por @BLMG & cols. 
https://t.co/Kv1garZ2Uz #opinião

Homeopatia: a revista @nature retira artigo que apoiava a tese da eficácia da homeopatia na dor (em ratos!). Reconhece agora que o artigo tem sérios erros. https://t.co/CH2RLHMBCE #StopPseudociencias

Campanha Siga o Assobio da DGS. Não é preciso qualquer equipamento para fazer mais actividade física. A mensagem é mesmo esta! 
https://t.co/8pDOqoG1wb #sigaoassobio

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑