tweets da semana #052019


Levodopa não modifica curso da doença de parkinson. ECA no NEJM no qual se comparam [80 semanas de levodopa+carbidopa] vs [40 semanas de placebo + 40 semanas de levodopa+carbidopa]. Nao houve diferença nos sintomas no final. https://t.co/NICtVJ9r0h 


Dapagliflozina vs placebo em #diabetes com factores de risco CV: – não reduz taxa de eventos CV major – reduz taxas de hospitalização por insuficiência cardíaca https://t.co/jY7JpCMIap


Antibióticos para Chlamydia em homens e mulheres não grávidas. Revisão Cochrane: não se consegue dizer se uma é melhor que outra pelo que se mantém: azitromicina 1gr toma única OU doxiciclina 100mg oral bid 7 dias. https://t.co/pdYqYrVMWj


Colheita de sangue em crianças: ensaio que compara técnicas de distracção [1-videojogos vs 2-desenhos animados vs 3-interacção com pais] vs 4-sem distracção. Distracção provoca menos ansiedade e dor. Videojogos o mais eficaz https://t.co/woB3nFlLZM


Trotinetes eléctricas: estudo de 249 acidentes: fracturas (31.7%), lesões na cabeça (40.2%), outras (27.7%) apenas 4,4% levavam capacete. https://t.co/RP2dWDo28v #caso_series


Estatinas em >75 anos: – prev. primária sem factores de risco CV: não – prev. primária com factores de risco CV: sim – prev. secundária: sim https://t.co/2rEF1iWskP #coorte


Hipertensão: o tratamento para valores de pressão arterial sistólica de menos de 120 mmHg em comparação com uma meta menor que 140 mmHg não resulta em redução significativa no risco de desenvolver demência. https://t.co/dgI0L1VCPe #eca


Beta bloqueantes em DPOC: associados a menor risco de hospitalização (19,7%) e menor risco de morte (44%) quando comparados com outros antihipertensores. Pessoal, deixem lá o medo de usar BB em DPOC. https://t.co/0JYD6CIWL4 #populacional


Recém nascidos: prevenção conjuntivite gonocócica recomendada pela USPSTF. Havia controvérsia, esclarecida.  https://t.co/X9P3C6in6A #guidelines


Fibrilhação Auricular: nova guideline americana (AHA/ACC/HRS) Pontos chave: https://t.co/bFUTY4bHCY #guidelines


Exames de rotina têm muito baixo valor e é muito improvável que tenham algum benefício. Actualização de revisão sistemática clássica. https://t.co/ctxjJGFVge #Cochrane


Suplementação de ferro intermitente para anemia e sintomas associados em mulheres em idade fértil: tão eficaz como suplementação continua mas evidência de baixa qualidade https://t.co/fNSB7X4f1J #Cochrane


Programas de exercício físico evitam quedas em idosos. Benefícios superam largamente potenciais riscos. Revisão sistemática. https://t.co/vUoeQkCsC9 #cochrane


Exercício físico em doentes com neoplasias hematológicas: adicionado aos cuidados habituais pode melhorar a fadiga e a depressão. RevSist com poucos e pequenos estudos. Necessária + prova mas direcção do efeito parece positiva. https://t.co/gdT4wgqZ7Z #Cochrane

Anúncios

Dapagliflozina e eventos cardiovasculares – notas de evidentia #1 | 2019

Por Mónica Fonseca

Qual a segurança e eficácia da Dapagliflozina  na redução de eventos cardiovasculares major em doentes com Diabetes Tipo 2?

O que fizeram?

O estudo DECLARE-TIMI 58 foi realizado para avaliar a segurança do ponto de vista cardiovascular da dapagliflozina em doentes com diabetes tipo 2 com doença aterosclerótica estabelecida ou fatores de risco para a sua existência. Para isso foi realizado um ensaio clínico aleatorizado, duplamente cego, multinacional (33 países, incluindo a Europa). Os doentes elegíveis para o estudo cumpriram os seguintes critérios de elegibilidade: DM2, ≥ 40 anos de idade, hemoglobina glicada ≥6,5% e <12,0%, TFG ≥ 60 ml/min/1.73 m2. Foram aleatoriamente designados numa proporção de 1: 1 para receber 10 mg de dapagliflozina/dia ou placebo. Com a utilização de dapagliflozina não se verificou uma redução de eventos cardiovasculares major (8,8% no grupo dapagliflozina e 9,4% no grupo placebo; HR: 0,93; IC95%, 0,84 a 1,03), mas sim um número inferior de morte cardiovascular ou hospitalização por insuficiência cardíaca (4,9% vs 5,8%; HR: 0,83; 95% CI, 0,73 a 0,95), refletindo uma menor taxa de hospitalização por insuficiência cardíaca (HR: 0,73; IC 95%, 0,61 a 0,88). Não existiu diferença significativa entre os grupos no que diz respeito à morte por causa cardiovascular (HR: 0,98; IC 95%, 0,82 a 1,17).

O que concluem?

Em doentes com diabetes tipo 2 que apresentavam doença ateroesclerótica ou fatores de risco cardiovascular, o tratamento com dapagliflozina demonstrou não inferioridade quanto a eventos cardiovasculares major relativamente ao placebo. Todavia, verificou-se a existência de de uma menor taxa de morte cardiovascular ou hospitalização por insuficiência cardíaca.

Notas: O estudo foi originalmente projetado com o objetivo primário de avaliação da segurança quanto a eventos cardiovasculares major. No entanto, após o conhecimento dos resultados do estudo EMPA-REG OUTCOME, o comité executivo experimental alterou o protocolo para incluir dois resultados de eficácia: eventos cardiovasculares major e de morte cardiovascular /hospitalização por insuficiência cardíaca. O ensaio incluiu 17160 pacientes, seguidos por uma média de 4,2 anos, sendo que 10186 não apresentavam doença aterosclerótica estabelecida. Ocorreu um evento renal (redução da TFG> 40%) em 4,3% no grupo dapagliflozina e em 5,6% no grupo grupo placebo (HR:0,76; IC 95% 0,67 a 0,87) e morte por qualquer causa ocorreram em 6,2% e 6,6%, respetivamente (HR:0,93; IC 95% 0,82 a 1,04). A cetoacidose diabética foi mais comum com dapagliflozina do que com placebo (0,3% vs. 0,1%, P = 0,02), assim como a taxa de infeções genitais (0,9% vs. 0,1%, P <0,001). As taxas de amputação, fratura, depleção de volume e hipersensibilidade foram equilibradas entre os grupos.


Wiviott SD, Raz I, Bonaca MP, Mosenzon O, Kato ET, Cahn A, Silverman MG, Zelniker TA, Kuder JF, Murphy SA, Bhatt DL, Leiter LA, McGuire DK, Wilding JPH, Ruff CT, Gause-Nilsson IAM, Fredriksson M, Johansson PA, Langkilde AM, Sabatine MS; DECLARE–TIMI 58 Investigators. Dapagliflozin and Cardiovascular Outcomes in Type 2 Diabetes. N Engl J Med. 2018 Nov 10. DOI: 10.1056/NEJMoa1812389.  ligação aqui

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑